ACADEMIA POETRIX
O mínimo é o máximo.
Capa Meu Diário Textos E-books Fotos Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
Textos
Discurso de posse de Pedro Cardoso na Academia Internacional Poetrix


Devolva-me

AS
      AS
            AS

É com este Poetrix Concreto de Sonia Godoy - SONIA MARIA FERREIRA DE GODOY - (16/09/1948 – 31/03/2011) - paulistana, Psicóloga, Poetrixta de primeira linha, além de grande incentivadora, que inicio minhas considerações.

E assim, abro minhas ASAS para esse novo voo..!

Nunca foi tão fácil e gratificante escolher um Patrono. Desde o instante em que fui convidado a ocupar uma Cadeira nesta Academia, seu nome saltou-me aos olhos com força bruta. Sempre a tive como uma referência ímpar dentro do Movimento Internacional do Poetrix.
Sem os seus escritos e poemas Concretos, minhas Teorias Literárias não seriam as mesmas.
Seus textos nunca respeitaram os limites da mesmice, suas frases inquietas sempre voaram para além dos versos e das rimas.

Queridos Acadêmicos, é com muito orgulho e gratidão que passarei a ocupar a Cadeira de número 18. Este número foi, voltou, foi de novo e me caiu como uma luva. Quando criança, tinha a mania de somar os números das placas dos carros para ver se o somatório terminaria em nove (1+8). "A prova dos 9"!
O número sempre me trouxe sorte!

Agradeço a todos vocês por terem caminhado, lado a lado, comigo, nesta jornada poética.
Às vezes me pergunto: quantos Poetrix já escrevi?! Confesso que milhares, mas sinto que sou um iniciante. Estou sempre a procura de novas vertentes, novos rumos. Creio que a Academia será mais um desses caminhos que me direcionam para o meu Norte.

A Cadeira de número 18 me veio como um presente delicado e desejado. Prometo honrá-la com alegria e dedicação. Com certeza, ela será um divisor de águas para mim e a minha poesia.

Tenho a obrigação de dizer a vocês o quão grande é a minha felicidade por estarmos juntos nesta nova e promissora etapa do Poetrix.
Algo confortante, em tempos duros e complexos.

Quero fazer um agradecimento especial a Goulart Gomes por mais essa iniciativa que levará a nossa poesia minimalista para onde ela jamais esteve. E merece estar. Sem seu reconhecimento, a sua dedicação e companheirismo não teríamos chegado onde chegamos, em tão pequeno espaço de tempo.
Sequer teríamos iniciado essa jornada!

Todos os nossos esforços durante esses 21 anos serão recompensados com a criação da AIP - Academia Internacional do Poetrix, um feito, já aguardado, por todos nós.

Agora, irmãos Acadêmicos de fato e de direito, vamos nos dar as mãos para caminharmos na mesma direção, firmes e fortes.
Espero, e acredito, que juntos levaremos a história do Poetrix aos mais belos recantos da Literatura. Não importa o idioma!

Não medirei esforços na continuidade de minha busca incessante para fazer do Poetrix um legado importante. Herança para os nossos descendentes.

Agradeço, de fato, ao Goulart, por tudo que fez e continua fazendo.
Agradeço à minha mulher, Gláucia Resende Braga, também Psicóloga, que sempre me incentivou e contribuiu, de várias maneiras, para o meu crescimento, humano e poético, sem medir esforços! Ela que sempre me chamou de "meu Poeta", mesmo sabendo que sou um louco por natureza!
Jamais deixaria de agradecer às minhas filhas Renata, Cristina e Maria Clara, por existirem e me fazerem Ser melhor.
As quatro mulheres da minha vida, minhas fontes de inspiração!

No mais, obrigado a todos vocês que me criticaram quando necessário e elogiaram quando mereci.

E viva a poesia!!!

Muito obrigado!

Pedro Cardoso DF
Academia Poetrix e Pedro Cardoso
Enviado por Academia Poetrix em 22/07/2020
Alterado em 22/07/2020
Comentários
VISITANTES:
contador gratuito
Capa Meu Diário Textos E-books Fotos Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links